• Ícone de App de Facebook
  • Instagram

GPAVR - Grupo de Proteção aos Animais do Vale do Ribeira - Rua Tanzânia, 95 - Bairro Xangrilá - Registro - SP

Muito importante para manter a saúde das mamães

“A gravidez da Mila não foi planejada. Em fevereiro, após uma aventura nas ruas do bairro devido a uma escapulida pelo portão quando seu dono chegava em casa, vieram os sintomas: mamas inchadas e ventre aumentado. A cachorrinha mestiça com 2,5Kg e 8 anos, estava prenhe”. 

Mila estava prenhe mesmo contrariando minhas indicações. A primeira gestação nas fêmeas não é aconselhável após os 7 anos, pois nessa idade a capacidade o útero em contrair diminui. Outro agravante era que Mila era de porte pequeno e seu dono não sabia qual tinha sido o parceiro dela. O tamanho dos pais deve ser considerado principalmente nas raças muito pequenas, como Pinscher e Yorkshire, já que o tamanho do quadril costuma ser incompatível com o porte da ninhada. Para Mila a indicação, foi optar pela cesariana seguida de castração e caprichar no pré natal. Mas Mila só teve um final feliz porque seu dono a trazia regularmente para consulta e avaliação. 

Para proprietários de cadelas e gatas, sempre coloco a opção da castração precoce, antes ou após o primeiro cio. Além de evitar problemas uterinos e câncer de mama, também previne as gestações não planejadas e que, dependendo da situação 

podem levar a mãe ao óbito. Nestes casos também é quando ocorre o abandono de fêmeas grávidas, muitas vezes com doenças venéreas adquiridas nas ruas. 

Alguns donos nem notam quando a cadela ou gata está grávida. Quando percebem ela já esta prestes a parir ou na maioria dos casos já passou o dia de parir, e nesse momento o final não é feliz nem para a mãe, nem para os filhotes. 

Os cuidados começam antes da fêmea entrar no cio. A futura mamãe deve estar com vacinas e vermífugos em dia, livre de parasitas como pulgas, carrapatos e sarnas, e ainda realizar alguns exames para saber se está saudável. O tipo físico, idade, alimentação e estilo de vida também são pontos importantes a se considerar. 

O acompanhamento de Médico Veterinário é indispensável para uma mamãe e ninhada saudável. O risco de complicações neste período da fêmea são muitos. 

 

M.V. Luise Penteado, CRMV-SP 24.829

Especializada em Clínica Médica de Cães e Gatos

Contato: belasartesveterinaria@yahoo.com.br